+55 31 3286-0166 contato@mixingbar.com

Sidecar

Sidecars, você sabe, são aqueles carrinhos charmosos que eram acoplados na lateral das motos, muito populares no início do século 20. É também o nome de um drink clássico relativamente desconhecido, à base de brandy ou cognac.

Não se sabe ao certo como o drink ganhou esse nome. Segundo uma das versões, herdou o nome de um cliente, um coronel da Primeira Guerra que sempre chegava ao Harry’s Bar em Paris dirigindo a sua motocicleta de sidecar. Outros afirmam que o drink foi criado em Londres. No mundo da coquetelaria, no entanto, sidecar pode significar algo completamente diferente: quando um bartender erra o calculo e mistura mais ingredientes do que cabe no copo, reza a etiqueta que o restante que fica na coqueteleira seja servido à parte em um copinho de shot, junto ao copo do coquetel. Esse copinho à parte é chamado de Sidecar. Simpático, não?

Assim como a Margarita, o Daiquiri ou a onipresente Caipirinha, o Sidecar é um sour: uma combinação simples entre um destilado, um elemento ácido e um outro doce (“strong, sour and sweet”, em inglês). Simples, porém extremamente equilibrado. A receita original pede partes iguais de suco de limão siciliano, Cointreau (licor de laranja) e um bom brandy (Cognac, de preferência). Com o passar do tempo, houve um certo consenso de que essa proporção é na verdade muito ácida. Nós particularmente preferimos a proporção de 2:1:1 (Brandy : Cointreau : Limão), que realça o brandy e deixa o drink mais aveludado. Vale experimentar e ajustar as proporções ao seu paladar.


Sidecar: (4:2:2 ou 2:1:1)

60 ml ou 2 oz. – Cognac (ou Brandy)
30 ml ou 1 oz. – Cointreau
30 ml ou 1 oz. – Suco de limão Siciliano

Preparo: Bater todos os ingredientes na coqueteleira com bastante gelo por 10 a 15 segundos. Servir coado em uma taça de Cocktail (Martini) ou Sour bem gelada.
Opcional: Decorar com um twist de limão siciliano e meia borda de açúcar.

O brandy é, claro, fator determinante da qualidade do drink: quanto melhor o brandy, mais interessante será o drink. Por isso, convém esclarecer de uma vez por todas aquela dúvida: qual é, afinal, a diferença entre brandy e cognac?

Brandy é um termo genérico para destilado de vinho. Cognac é um tipo de brandy, feito na região de Cognac, na França, a partir de um tipo específico de uvas. Cognacs têm Origem Controlada e Indicação de Procedência; logo, se o seu brandy é um Cognac, seu Sidecar já começou muito bem. Existem várias subcategorias de Cognac, de acordo com a sub-região, a uva e o processo de envelhecimento. Conhecer as diferenças dos tipos de Cognac, ou ainda, dos tipos de brandy, pode ser uma tarefa um pouco complexa, e é bem provável que a escolha do brandy como destilado base  para o Sidecar tenha feito dele um drink menos famoso do que merece.

Seja por influência da Proibição (a Lei Seca que imperou nos Estados Unidos entre 1920 e 1933), ou pelo fato de nem todos os brandys serem tão bons quanto os da região de Cognac, ou talvez porque houve, sim, uma época em que bebidas mais encorpadas fossem consideradas antiquadas para um público que priorizava drinks doces e frutados; o fato é que o uso de brandy em coquetéis não foi tão difundido como o dos outros destilados – injustamente. Mas isso tudo é passado: hoje, bebidas como cognac, whisky e mezcal são peças-chave na coquetelaria contemporânea, e o Sidecar é um ótimo exemplo de como essas bebidas podem fazer maravilhas.

É um drink equilibrado, maduro, e traz um “quê” de Velho Mundo que o deixa ainda mais intrigante.

Tem a profundidade e a complexidade de coquetéis como o Martini e o Manhattan, queridinhos dos paladares mais experientes, ao mesmo tempo que oferece um grau de doçura que agrada aqueles que estão começando a explorar o mundo da coquetelaria e preferem evitar drinks muito secos.

O Sidecar é um drink que desperta no paladar dos curiosos a vontade de se aprofundar no universo dos clássicos. E você, já provou? Está esperando o quê?

Dica Mixing: a borda de açúcar não faz parte da Sidecar original, mas em algum momento dos anos 30, ela foi adicionada à receita, e tem a vantagem de permitir a quem bebe regular a quantidade de doçura do seu coquetel. Se o seu paladar é para drinks menos doces, fique à vontade para deixar de lado a borda de açúcar.

OrkutGoogle BuzzLinkedInStumbleUponDeliciousShare

3 comentários

  1. Tony Harion disse:

    O Sidecar é um dos meus preferidos!!!

    Uma ótima opção para começar a explorar drinks clássicos!
    (e continuar apreciando durante muitos anos)

  2. Opa… fiquei com vontade demais de experimentar! Show de bola! Ainda mais o da Mixing, aí deve ser TOP!

  3. Legal demais, Paulo!

    Realmente este drink é delicioso.

    Vou fazer pra você na próxima visita.

    Grande abraço!

    Tony

Comente:

Notifique-me de novos comentários via e-mail. Você também pode se inscrever sem comentar.