+55 31 3286-0166 contato@mixingbar.com

Mai Tai – (Trader Vic – 1944)

Reza a lenda que Victor Bergeron, se sentindo inspirado atrás do balcão do bar de seu restaurante, resolveu criar o melhor drink com rum de todos os tempos.

Combinou rums, hortelã, suco de limão, orgeat, triple sec e simple syrup, e ofereceu a criação a dois amigos do Taiti que ali estavam. Após provarem o drink, estes alçaram seus copos e prontamente exclamaram: “Mai Tai – Roa Ae!!”, que em taitiano significa “de outro mundo”, “o melhor”.
O ano era 1944 e o bar em questão era o do Trader Vic’s, um restaurante de inspiração polinésia famoso até hoje pelos seus drinks exóticos.

Há controvérsias a respeito dessa história e de quem seria realmente o inventor do Mai Tai. O fato é que o drink honra com louvor o nome que lhe foi dado: o equilíbrio perfeito de seus ingredientes é realmente de outro mundo.

As notas de laranja, limão e hortelã lhe rendem seu caráter cítrico e refrescante, enquanto um toque de xarope de amêndoas baila sutilmente entre a complexa combinação de sabores dos rums: um dá profundidade e aroma, e outro, mais tropical, harmoniza o conjunto. O resultado é um drink balanceado e delicioso, que atravessa estações e agrada a praticamente qualquer paladar.

O Mai Tai é o principal representante de uma família de coquetéis denominados Tiki, cuja história está diretamente ligada ao local de nascimento desse drink. O Trader Vic’s foi, afinal, um dos precursores da “Onda Polinésia” que dominou a gastronomia e coquetelaria americana nos anos 40 e persistiu por quase 4 décadas. De todos os drinks de inspiração polinésia (Fog Cutter, Zombie e Planter’s Punch são algumas preciosidades desse período), o Mai Tai é definitivamente o mais icônico.

Mas, teria o Mai Tai nascido na coqueteleira do concorrente, o igualmente lendário Donn the Beachcomber? Bem, essa é uma outra história. A receita seguida por nossos bartenders é versão do Trader Vic, que rendeu ao Mai Tai a sua grande fama.

Mai Tai (Trader Vic – 1944)

30 ml ou 1 oz de rum jamaicano escuro
30 ml ou 1 oz de rum martinicano ouro
22 ml ou 3/ oz de suco de limão
15 ml ou 1/2 oz de triple sec ou licor de laranja
15 ml ou 1/2 oz de orgeat (syrup de amêndoas)
7.5 ml ou 1/4 oz de simple syrup

Preparo: Bater todos os ingredientes em uma coqueteleira com bastante gelo quebrado. Servir em um copo double old fashioned (foto) e decorar com um ramo de hortelã.

Dica Mixing: bata também na coqueteleira a casca do limão que você espremeu, para liberar os óleos essenciais contidos nela e realçar os sabores cítricos do drink.

Para saber mais sobre as origens do Mai Tai e da cultura Tiki na coquetelaria, visite nosso blog – e se encante ainda mais com esse coquetel cheio de história pra contar.

OrkutGoogle BuzzLinkedInStumbleUponDeliciousShare

3 comentários

  1. Tony Harion disse:

    Na minha opinião o Mai Tai é um dos melhores cocktails já inventados.

    Refrescante e super bem balanceado. Recomendo muito!

  2. [...] Então, aproveitando a deixa, resolvemos buscar a inspiração pro nosso carnaval num dos maiores ícones da cultura Tiki: o Mai Tai. [...]

  3. [...] já tomou um Mai-Tai? Provavelmente sim. Ele é um dos drinks mais difundidos do mundo. Agora: você já tomou dois [...]

Comente:

Notifique-me de novos comentários via e-mail. Você também pode se inscrever sem comentar.