+55 31 3286-0166 contato@mixingbar.com

Uai Tai – MxMo LXIV – Tiki

20/02/12
Texto em Português por Inês Vieira
Texto em Inglês por Tony Harion

Bem-vindos a mais um Mixology Monday!

Mixology Monday, se você ainda não conhece, é um encontro global de blogs sobre coquetelaria que acontece uma segunda-feira por mês. O blog anfitrião define um tema, e os outros blogs participantes devem criar drinks e posts em torno da temática escolhida. O Pegu Blog, que hospedará o MxMo desse mês, declarou Fevereiro como sendo oficialmente o Mês dos cocktails Tiki na internet.

Drinks tiki são drinks tropicais de inspiração polinésia, que foram uma febre nos Estados Unidos nos anos 40, 50, 60 e 70, e que vêm sendo redescobertos por entusiastas da coquetelaria contemporânea no mundo todo. Sucos frescos, sabores exóticos, decorações e enfeites extravagantes característicos dos drinks tiki são alguns dos atrativos desse revival tão bem sucedido.

Enquanto o clima lá no hemisfério norte pede drinks tropicais para se esquecer um pouco do inverno gelado, nós felizmente não temos o mesmo problema. Um drink tiki, na verdade, cairia como uma luva pra quem está debaixo desse sol de rachar, arrumando malas pra curtir uma praia no feriado que, veja que coincidência, cai justamente na semana do MxMo. Sim, senhoras e senhores, o MxMo Tiki deste mês será em plena segunda feira de carnaval! Quer coisa mais conveniente que isso?

Então, aproveitando a deixa, resolvemos buscar a inspiração pro nosso carnaval num dos maiores ícones da cultura Tiki: o Mai Tai.

Mai Tai é um drink perfeito: equilibrado, aromático, refrescante. Mas, por motivos que já especulamos aqui, a receita original foi se perdendo em meio a versões menos interessantes, cheias de xaropes coloridos e sucos artificiais, que mais serviriam um menu de boate dos anos 80 do que um dia de verão na praia.

Mas nem tudo está perdido: graças a pessoas como Beachbum Berry e outros pesquisadores, hoje em dia podemos encontrar muita informação sobre o Mai Tai original e o que ele representou para a cultura Tiki. Se você andou clicando nos links que deixamos por esse post, já deve ter percebido que, no mundo todo, a re-valorização do Mai Tai é uma verdadeira febre, que desperta discussões acaloradas e inspira vários drinks tropicais de primeira.

No entanto, ainda é difícil achar algo sobre o tema em português. No Brasil, o Mai Tai que predomina é aquele dos anos 80, cheio de groselha e suco de abacaxi de caixinha…

Então, meus amigos, aqui estamos nós, com a faca e o queijo nas mãos (afinal, somos mineiros), e vamos aproveitar o Mixology Monday desse mês para hastear a bandeira do Mai Tai original no carnaval! E, de quebra, apresentar nossa versão (sem groselha, é claro) inspirada no clássico.

Com vocês, o Uai Tai!

Uai Tai é um Mai Tai abrasileirado, pronto para o samba: substitui o rum martinicano por cachaça de Minas Gerais – daí o nome. Mas tem que ser das boas: no caso, envelhecida em carvalho por no mínimo 3 anos.

A cereja do bolo é o orgeat do Pará (criação nossa), que entra substituindo o tradicional orgeat de amêndoas do Mai Tai. Os óleos não solúveis da castanha-do-pará flutuam para a superfície do drink, e, harmonizando com o carvalho da cachaça, dão ao drink um aroma rústico, terroso, com bastante cara de Brasil. O drink ganha personalidade, fica mais pungente, mas sem perder o frescor do Mai Tai original.

Uai Tai

30 ml ou 1 oz de rum jamaicano escuro
30 ml ou 1 oz de cachaça bem envelhecida
30 ml ou 1 oz de suco de limão
15 ml ou 1/2 oz de triple sec ou licor de laranja
7.5 ml ou 1/4 oz de orgeat  do Pará (xarope de castanha do Pará)
7.5 ml ou 1/4 oz de simple syrup

Preparo: Bater todos os ingredientes em uma coqueteleira com bastante gelo quebrado. Servir em um copo double old fashioned e decorar com um ramo de melissa.

Dica Mixing: bata também na coqueteleira a casca do limão que você espremeu, ou, para uma versão bem tupiniquim, utilize meio limão macerado no lugar do suco de limão (lembre- se de servir coado).

Como você pode ver, substituímos o hortelã pela melissa, que adora calor e chuvas de verão. Você sabia que um dos poderes terapêuticos da melissa é espantar tristezas? Bonito, não?

Foi justamente assim, coroando nossos drinks com ramos de melissa, espantando todas as tristezas e derramando alegria, que saímos para o carnaval de rua de Belo Horizonte, distribuindo Mai Tais e Uai-Tais de 2 enormes galões em copos com bastante gelo para os foliões da cidade. Para ver as fotos do improvisadíssimo “Bloco do Uai-Tai”, visite o nosso facebook!

Não se esqueça de visitar também o Pegu Blog e conferir os outros drinks que participaram do Mixology Monday especial Tiki. Obrigado ao Doug por hospedar a farra deste mês, e até a próxima!

OrkutGoogle BuzzLinkedInStumbleUponDeliciousShare

5 comentários

  1. [...] Rule 2. He then does what all Tiki-philes eventually do, and riffs on said Mai Tai, offering up the Uai Tai, a Mai Tai with some Cachaça. You can also read his post in the original [...]

  2. Tiare disse:

    WOW! What a great post! it´s a great drink too, i did try it! i really like the Brazil nut orgeat! Best Cachaca for this drink that i had was Abelha, it can stand up to the rum and compliment the flavors with those wonderful earthy and grassy notes.

    Cheers!

  3. Fantástico!!
    Ótima abordagem a referência e ótima harmonização..
    Parabéns galera da Mixing..
    Quero fazer uma visitinha pra vcs em breve!
    abs

  4. Obrigado Marco!

    Estamos te aguardando ansiosamente!

    Grande abraço,

Comente:

Notifique-me de novos comentários via e-mail. Você também pode se inscrever sem comentar.