+55 31 3286-0166 contato@mixingbar.com

2° Concurso Nacional de Coquetelaria – Expocachaça

23/06/11

Aconteceu neste mês o 2° Concurso Nacional de Coquetelaria da Expocachaça – a maior feira de cachaça do Brasil, que já se encontra na sua 15a edição.

O concurso é uma iniciativa do Barão e Baronesa de Paraty, em parceria com a Working Flair Bartenders, com o intuito de criar novas formas de apreciar a cachaça e inseri-la de vez na coquetelaria, em criações que vão muito além da tradicional caipirinha.

Os Bartenders participantes tiveram que escolher uma cachaça em exposição na feira, e com ela criar um drink original. Em avaliação, estavam tanto o sabor quanto a apresentação do drink.

A Mixing Bar adorou a proposta e participou do concurso com 4 Bartenders, representando as cachaças Coluninha e Passatempo de Minas, e com elas conquistou 1º e 3º lugares.

O drink campeão foi o “Confidente”, de Inês Vieira: um drink Tiki, que remete à cultura polinésia e seus coquetéis exóticos, frutados, com blends de rum e decorações extravagantes. O Confidente é feito de sucos frescos de maracujá e limão, néctar de banana, rum jamaicano, cachaça Coluninha e Falernum (infusão em rum de pimenta da jamaica, cravo, casca de limão, gengibre e baunilha). Servido em um copo com uma escultura de gelo em forma de onda, representou com precisão o espírito Tiki e propôs o uso da cachaça juntamente com o rum, para um sabor mais complexo e muitas possibilidades de drinks tropicais deliciosos.

O segundo lugar foi para o “Paixão de Engenho”, do Gustavo Uchôa. No seu drink vencedor, a clássica caipirinha ganha uma versão gourmet, que além do limão, leva frutas vermelhas (amora e licor de cassis) e cachaça envelhecida – provando que o clássico pode ser o ponto de partida para uma série de variações tão harmoniosas quanto.

O terceiro lugar ficou para Beto Russo e o seu drink “Garimpo Mineiro”, que como o nome mesmo diz, garimpou em Minas Gerais 3 de seus melhores produtos: cachaça, café e cerveja.

O “Garimpo Mineiro” é um drink de duas fases: a de baixo é composta de uma redução de cerveja Backer, cachaça Passatempo de Minas e suco de grapefruit. A fase de cima é uma spuma de café bourbon, clara de ovo e bitter de chocolate asteca. Um drink curto, equilibrado, que confirma a teoria de que ingredientes de uma mesma culinária tendem a harmonizar entre si naturalmente – uma ideia que tem aberto muitas portas para a utilização da cachaça na gastronomia contemporânea.

Ao todo, foram 22 competidores, que apresentaram nos 3 dias de campeonato uma infinidade de novas possibilidades para a cachaça. Um verdadeiro sucesso. A equipe da Mixing Bar fica muito feliz em ver crescer iniciativas como essa, que incentivam tanto a apreciação da boa cachaça quanto a coquetelaria mineira. E garante que o prêmio pelo primeiro lugar – um alambique de 10 litros – já está sendo muito bem utilizado.

Para conhecer algumas curiosidades sobre essa bebida que é símbolo nacional, acompanhe o nosso site www.mixingbar.com e siga-nos no twitter. Em breve postaremos as receitas dos três drinks vencedores.

OrkutGoogle BuzzLinkedInStumbleUponDeliciousShare

4 comentários

  1. Rosinha disse:

    Gustavo

    Você foi o maxímo nesta revelação.
    E o nome?????
    OTio, e o vôvô devem estar muito felizes.
    Abraços
    Tia Rosinha

  2. Franço disse:

    Parabéns a todos da mix, vc´s merecem,,um grande abraço!!!

  3. Valeu Franço, e lembre que você também faz parte disso aqui! Grande abraço!

  4. PARABÉNS A TODA EQUIPE DA MIXING BAR, PELA PARTICIPAÇÃO DO 2° CONCURSO NACIONAL DE COQUETELARIA DA EXPOCACHAÇA 2011 E PELA CRIAÇÃO DOS COQUETÉIS MARAVILHOSOS !!!
    ESPERAMOS QUE AS PRÓXIMAS ALQUIMIAS, SEJAM CADA VEZ MAIS INTERESSANTES, INOVADORAS E DESEJAMOS A TODOS BOA SORTE !!!
    SÃO OS MAIS SINCEROS VOTOS DE SUCESSOS
    UM GRANDE ABRAÇO
    BARONESA & BARÃO DAS CACHAÇAS

Comente:

Notifique-me de novos comentários via e-mail. Você também pode se inscrever sem comentar.